Desde os anos noventa, a Mimulus Cia de Dança vem priorizando uma proposta singular de retomada do tradicional repertório das danças de salão, mas sempre com o olhar armado na contemporaneidade.

Em seu lastro original da mineiridade, a sua base de apoio é Belo Horizonte, de onde vem irradiando seu ideal coreográfico de redescoberta inventiva de uma dança popular de raízes brasileiras.

Num recorte das danças urbanas, da domesticidade dos saraus familiares às confraternizações sociais dos bailes, com seu vocabulário próprio de prevalência de duos ou casais , mas com um feeling diferenciado e enérgico nas linhas coreográficas de Jomar Mesquita.

Danças, ora cadenciadas em prazerosa e pulsante gestualidade corporal, ora de melancolizada envolvência ou de sensível espontaneidade. Sustentada sempre em recatado aporte cênico, com figurinos de beleza cotidiana (Baby Mesquita), luzes e cenário ambientalistas (Ed Andrade).”

Wagner Correa de Araújo

 

A Mimulus Cia. de Dança desrespeita os limites formais da sua base e, assumindo um processo de contaminação, criou um novo e exemplar conceito de dança contemporânea. Como conseqüência, seus espetáculos vêm surpreendendo o público e a crítica. Um lugar de criação artística entre a dança de salão e a dança contemporânea. Um lugar fronteiriço e de grande experiência acumulada, que propicia estímulo para inovações em suas produções.

Assim, com seus espetáculos, leva sua arte pelo Brasil e pelo mundo, conquistando prêmios e ministrando cursos. Seus espetáculos já receberam inúmeras premiações e reconhecimento por parte da crítica especializada, sendo apresentados em teatros e festivais ao redor de todo o mundo. No Brasil, já se apresentou em mais de 80 cidades, passando por todos os estados. No exterior, foram inúmeras turnês em países como: EUA, Canadá, França, Holanda, Espanha, Inglaterra, Bélgica, Finlândia, Portugal, Itália, Argentina, Venezuela, Chile…